61 3347.3590 | 3347.5401 | 99848.2332 (Whatsapp) - Brasília/DF secretaria@faee.org.br - seguro@faee.org.br

I Embrapa Brasil – 1996

Maior acontecimento esportivo e social realizado pelos empregados da Embrapa, o I Embrapa Brasil – de 25 a 28 de abril de 1996 – deixa saudades até hoje.

Foram três dias de festa e confraternização. Nas palavras do então presidente da FAEE, Arthur Mariante, fica mais do que o relato, fica a memória de dias especiais.

” … fazia tempo que a comunidade embrapiana esperava pelo I Embrapa Brasil. E o sonho, por tantos e tantos anos acalentado, finalmente tornou-se realidade. Graças ao patrocínio da Bradesco Seguros, este grande evento esportivo, organizado pela FAEE, reuniu, em Brasília, atletas e torcedores da Embrapa lotados em suas mais distantes bases físicas.

Foram dias extremamente movimentados e, desde 23 de abril, começaram a chegar a Brasília os presidentes (ou seus representantes) de cada uma das Associações de Empregados da Embrapa, que aqui vieram para uma Assembléia Geral Ordinária da FAEE, todos eles ficaram até o final do I Embrapa Brasil.

Encontros que reúnem, na sede, empregados de todas as unidades não são nenhuma novidade na Embrapa. No caso do I Embrapa Brasil, no entanto, a grande diferença estava no universo que se reuniu em Brasília. No momento em que começou o desfile das delegações, do qual faziam parte desde o mais graduado pesquisador ao mais simples operário rural, lotados em cada uma das unidades da Embrapa, não houve quem não se emocionasse. Ver os atletas com uniformes de cinco diferentes cores, cada uma delas representando uma região do País, carregando bandeiras de suas AEEs e desfilando em frente ao prédio da Embrapa, foi um espetáculo que dificilmente será esquecido por cada um dos embrapianos que teve a oportunidade de lá estar.

Terminando o desfile de abertura, houve um congraçamento total entre os atletas com aqueles que lá estavam para assistir ao desfile. A partir daí o que se viu foram dezenas de máquinas fotográficas apontando para o prédio da Embrapa. Eram empregados que nunca tinham tido a oportunidade de visitar a sede da Embrapa!

No mesmo dia, realizou-se o jantar de abertura do I Embrapa Brasil, no clube Monte Líbano. Escolha da rainha, show com músicas regionais, comida da melhor qualidade, muita alegria e boa música – eis os ingredientes da festa que só terminou a 1h30 da madrugada porque no dia seguinte haveriam competições esportivas.

Os dias seguintes foram uma sucessão de competições, todas elas disputadas com a maior tranquilidade, aonde o que importava não era ganhar e sim o fato de poder competir.

Um outro exemplo de congraçamento ocorreu no sábado à tarde, quando um combinado nacional disputou uma partida de futebol society com o Barcelona, tradicional time da sede da Embrapa, do qual fazem parte diversos empregados entre os quais alguns chefes de departamento e, até mesmo, o presidente da empresa.

No sábado à noite, a AEE/DF organizou, em sua sede social, o baile comemorativo ao aniversário da Embrapa, para o qual todos os atletas e acompanhantes foram convidados. O Squema Seis, melhor conjunto musical de Brasília, especialmente contratado para o baile, deu um show de animação e tocou os mais variados ritmos que agradaram a todos. O grupo não se negou até mesmo a dar uma oportunidade para que o representante da AEE/Porto Velho, Orlando Surita, mostrasse seu talento, cantando diversos boleros em um espanhol perfeito.

E, por fim, logo após a disputa das partidas decisivas de futebol de salão, vôlei e futebol society, no domingo pela manhã, encerrou-se o I Embrapa Brasil, com a entrega das últimas medalhas e dos troféus a cada uma das AEEs. Ao final, todos os atletas já começavam a sentir saudade e perguntavam: “quando será o II Embrapa Brasil?”.

Não podemos deixar de dizer que a organização do evento deu muito trabalho para a diretoria da FAEE, mas o resultado foi muito gratificante, já que foi, sem dúvida, a maior confraternização dos empregados da Embrapa nesses 23 anos de vida da empresa!”

Editorial do Jornal da Federação
Maio de 1996